Deixe seu Gato ainda mais Feliz

Posts marcados ‘desenvolvimento’

Quer um gatinho?…(parte 3) O Crescimento

Quer Um Gatinho?…(parte 3)

O crescimento

 

O crescimento de seu filhote vai durar 12 meses e acontece em duas fases bem distintas. A alimentação deve levar em conta a evolução da fisiologia digestiva própria da espécie felina e responder especificamente às necessidades dessas duas fases de desenvolvimento.

 

Fase de crescimento intenso.

Do nascimento aos quatro meses.

Nesta fase, o filhote é muito frágil e imaturo: suas únicas defesas imunológicas foram trazidas pelo colostro (o primeiro leite da mãe). Se o leite materno é insuficiente, um substituto (leite artificial específico) para filhotes deve ser dado como complemento.

O gatinho multiplica seu peso ao nascer em oito vezes em oito semanas. Ele desenvolve seu esqueleto, seus músculos e seus órgãos. Suas necessidades energéticas são muito altas (200 a 250 kcal/kg de peso).

 

Fase de consolidação.

De 4 a 12 meses.

Após o nascimento dos dentes definitivos, o filhote reforça seu desenvolvimento ósseo e muscular, e termina a evolução do sistema digestivo. O equilíbrio dos diferentes nutrientes indispensáveis ao crescimento do filhote permanece idêntico até os 12 meses. Somente as quantidades diárias de alimento são diferentes e aumentam até a idade adulta (70 kcal/kg de peso com um ano).

 

Do nascimento ao desmame.

O recém-nascido.

Os primeiros dias.

Seu gatinho exerce um verdadeiro poder de atração em toda a família, mas ele precisa de muito sono para seu crescimento.

A qualidade do sono do filhote influencia no equilíbrio e no comportamento que ele terá na idade adulta.

Um gato criado em m ambiente muito barulhento ou agitado pode se tornar nervoso e tímido na idade adulta.

O crescimento e o equilíbrio de seu gatinho dependem igualmente de sua alimentação e da garantia de suas necessidades de crescimento.

 

Primeiras mamadas.

Ao nascer, seu gato pesa cerca de 100g. Seu ganho de peso diário varia de 10 a 30 gramas de acordo com sua genética. Antes de 3 semanas, um gatinho continua a mamar, mesmo se não há leite. É preciso, portanto, ficar alerta com todo gatinho que, mesmo mamando regularmente, não engorde de um dia para o outro. Nesse caso será indispensável a suplementação com leite artificial específico para gatos recém-nascidos.

Qualquer estagnação ou perda de peso é anormal: uma pesagem diária e na mesma hora é recomendada antes do desmame para checar a regularidade do crescimento.

 

Um sistema digestivo imaturo

U gatinho de menos de um mês é imaturo e permanece dependente de sua mãe. Ele tolera muito mal o excesso de lactose (açúcar do leite).

O aparelho digestivo do filhote é adaptado à digestão do leite materno ou de um leite artificial. O leite de vaca, muito rico em lactose, pode provocar problemas digestivos como fezes mal formadas e diarreia.

Veja a análise comparativa entre o leite de gata X leite artificial X leite de vaca:

Proteínas                                               33-42%             33%                        24-28%

Goduras                                                 26-42%             39%                        28-30%

Lactose                                                   13-19%             18,5%                     35-39%*

  • Teor excessivo de lactose.

 

No próximo post: Do desmame aos quatro meses.